Saúde, medicina e como não complicar as coisas

Nos dias de hoje as pessoas possuem basicamente tudo à mão. Falando de maneira ampla, se uma pessoa sente frio, ela pode vestir uma blusa; caso sinta sede, pode ingerir um copo d’água; se tem fome, pode comer e se lhe falta saúde de alguma maneira, algum fármaco pode resolver paliativamente esse problema.

Hoje vamos mostrar como é possível ter saúde, levar uma vida alegre e relativamente confortável sem complicar muito as coisas.

A saúde começa com uma infância bem vivida

A primeira maneira de ter saúde, abrangendo o ponto de vista físico e também mental, é viver cada fase da vida como ela deve ser vivida. Embora na prática isso possa ser considerado uma tarefa um pouco difícil, devido às nuances da sociedade, é algo relativamente simples de ser feito.

Uma criança, por exemplo, deve viver os prazeres da infância. Correr, brincar, se divertir, fazer amigos, experimentar novos alimentos sem nenhum tipo ou receio dos pais.

Não se deve incentivar aos pequenos que levem uma vida de adulto, através da inclusão de rotinas desgastantes de coisas que a criança não tem prazer ou afinidade.

A criança deve brincar, sujar as mãos no chão e gastar o máximo de energia possível. Isso estimula a formação de seu sistema imunológico e fortalece desde cedo o seu sistema nervoso.

Pitadas de responsabilidade na adolescência

Hoje muitos adolescentes vivem em bolhas criadas na maioria das vezes por seus próprios pais. Há quem comece a cursar a faculdade sem nunca ter tido nenhum tipo de responsabilidade.

Quando se chega ao término da infância e se entra na pré-adolescência, algumas responsabilidades precisam começar a ser desenvolvidas, nem que isso se inicie de maneira lúdica, como arrumar a cama diariamente ou limpar os pratos após a refeição.

Adolescentes cujos familiares possuem algum tipo de empreendimento, podem começar a trabalhar meio período para adquirir experiência em ambientes de trabalho e definir preferências para escolher uma futura profissão.

Além disso, é nesse período que devem ser experimentadas as primeiras frustrações, pois elas irão preparar os adolescentes para a vida adulta, que como todos sabem, não é nenhum mar de rosas.

A vida real dos adultos

Pessoas que tiveram uma infância bem vivida e experimentaram diferentes tipos de realidade na adolescência se tornam adultos mais saudáveis, tanto do ponto de vista físico quanto do ponto de vista mental.

Crianças que tiveram uma infância proveitosa, quando se tornam adultas possuem mais saúde do ponto de vista imunológico, assim como adolescentes que tiverem choques de realidade possuem mais consciência menos predisposição ao desenvolvimento de transtornos de origem psicológica como ansiedade e depressão.

Quando chegar a velhice busque pela saúde mental

A medida que se envelhece, deve-se buscar pela sanidade e manutenção da saúde mental. Isso é algo fácil de ser obtido através da leituras, viagens, palavras cruzadas ou até mesmo se desafiando a aprender um novo idioma. Tocar um instrumento musical também é uma ótima forma de manter o cérebro ativo e saudável para aproveitar tudo o que foi conquistado durante a vida.

Alimentação saudável e atividade física em todas as fases da vida

Todas as pessoas precisam se alimentar, afinal, sem comer todos morreríamos em aproximadamente sete dias. No entanto, quando o assunto é alimentação, deve-se prezar sempre por uma alimentação mais saudável possível, onde haja frutas, vegetais, saladas e maior quantidade de alimentos naturais possíveis. Embora muitos não acreditem, se alimentar de maneira saudável é mais barato do que comer alimentos industrializados.

Aliada à uma boa alimentação, praticar atividades físicas regulares também é importante. 30 minutos de atividades físicas diárias potencializam a saúde e previne um grande número de doenças, tanto físicas quanto mentais.

E quando adoecer, busque um médico que entenda de saúde e não só de remédios

É impossível viver uma vida inteira sem ficar doente. Embora uns sejam mais suscetíveis do que outros, em algum momento da vida, todos somos acometidos por algum problema de saúde.

Esse adoecimento pode ser agudo, tendo uma rápida duração, ou então se apresentar de maneira crônica, perdurando por longos períodos.

Independentemente do tipo de doença, algo importante de ser colocado em mente é que muitos médicos possuem amplos conhecimentos sobre medicamentos, mas são poucos os que realmente tentam tratar a saúde.

Usar medicamentos é uma forma paliativa de se viver. Fármacos apenas mascaram a doença e podem causar indesejados efeitos colaterais. Mais importante do que nomear uma patologia e prescrever um medicamento para ela, é conhecer suas causas e mudar atitudes que levaram ao seu desenvolvimento.

Por isso, quando adoecer, busque um profissional de confiança, que te escute, que te auxilie a partir de conselhos, sugestões alimentares, alterações no estilo de vida e te faça recuperar a saúde da forma mais natural possível.

Viu só, levar a vida de modo simples e descomplicado é mais fácil do que muita gente imagina, não é mesmo?

Agora que você já sabe como obter saúde de maneira simples e sem complicar as coisas, que tal compartilhar esse artigo para que todo seu círculo de amizade também adquira essa consciência? Ao divulgar esse conteúdo, você ajuda a espalhar saúde!

Add your comment or reply. Your email address will not be published. Required fields are marked *