Como diminuir a ansiedade em momentos difíceis

Embora a ansiedade seja vista como um instinto de sobrevivência humana, quando ocorre de forma excessiva e descontrolada ela acaba por afetar diretamente a saúde e a rotina de muita gente, por isso, saber como diminuir a ansiedade em momentos difíceis, é fundamental para uma vida plena, equilibrada e consequentemente feliz.

Infelizmente, a pandemia aumentou o número de pessoas ansiosas e pensando em ajudar o maior número de pessoas possíveis, hoje vou te mostrar formas naturais de manter a ansiedade sob controle em momentos de dificuldade.

Se você é uma pessoa ansiosa ou ultimamente tem sofrido com ansiedade, não pode deixar de conferir o artigo de hoje.

Pandemia aumentou os níveis de ansiedade 

Uma pesquisa realizada pela UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, nos meses de maio, junho e julho de 2020 revelou que 80% da população brasileira se tornou mais ansiosa durante a pandemia do coronavírus.

A principal conclusão da pesquisa foi que, nesse período de pandemia, as pessoas desenvolveram ou apresentaram um aumento de sintomas de estresse, ansiedade e até mesmo depressão.

Outro estudo, esse realizado pela UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, revelou um aumento de 90% dos casos de depressão, enquanto o número de pessoas com crise de ansiedade e sintomas de estresse agudo praticamente dobrou.

O cotidiano individual também adoeceu.

Diversos estudos apontam para um crescimento no consumo de bebidas alcoólicas, cigarros e alimentos ultraprocessados durante o período de distanciamento social e quarentena.

Em contrapartida, hábitos saudáveis, como exercícios físicos, sono de qualidade e boa alimentação perderam terreno, o que contribui para um declínio da saúde mental e física.

O que sente uma pessoa ansiosa? 

Uma pessoa ansiosa normalmente desenvolve sintomas físicos e psicológicos que normalmente são desencadeados em momentos de estresse ou quando o indivíduo sente que pode perder o controle de determinada situação, por mais simples que ela possa parecer.

Os principais sinais de ansiedade são:

  • Aumento dos batimentos cardíacos, podendo haver em seguida dor no peito;
  • Respiração ofegante podendo evoluir para sensação de falta de ar;
  • Tremores nas mãos, pernas, pálpebras ou outras partes do corpo;
  • Tensão muscular;
  • Dificuldades para dormir;
  • Irritabilidade seguida de dificuldade de concentração;
  • Suor excessivo;
  • Vertigem;
  • Dor ou desconforto abdominal;
  • Diarreia;
  • Boca seca;
  • Sensação de fraqueza ou cansaço intenso;
  • Sensação de desmaio;
  • Náusea e vômitos;
  • Formigamento;
  • Dor de cabeça.

Por isso, diminuir a ansiedade é tão importante, e diferente do que muitos imaginam, isso é possível por meio de técnicas e ações simples de serem colocadas em prática, como vou mostrar a seguir.

5 maneiras simples e eficazes de diminuir a ansiedade 

Sempre falo sobre patologias de cunho psicológico, a ansiedade acaba sendo o tema mais recorrente e sempre sou questionado da seguinte forma: Dr. Wadis, como posso fazer para diminuir a ansiedade que sinto?

Como já ajudei muitos pacientes, decidi que era hora de ajudar o maior número de pessoas possível, mostrando aqui, o que falo durante minhas consultas. Afinal, tão importante quanto obter conhecimento, é poder compartilhá-lo.

Se você é uma pessoa ansiosa por natureza ou a pandemia tem afetado sua saúde mental de forma negativa, saiba que existem maneiras simples e eficazes de diminuir a ansiedade e vou mostrar as 5 principais delas agora.

  1. Faça exercícios de respiração 

A primeira dica que dou para meus pacientes ansiosos é: pratique exercícios de respiração.

É possível utilizar aplicativos no celular, vídeos guiados no youtube, ou então simplesmente sentar e realmente prestar atenção em sua respiração.

Ao focar na sua respiração, o organismo como um todo se torna automaticamente mais oxigenado, seu coração desacelera e a ansiedade diminui.

Duas sessões diárias de cinco minutos possuem grande efetividade.

  1. Pratique meditação guiada 

A meditação possui efeitos práticos muito semelhantes aos exercícios de respiração. É possível escolher entre um e outro e colher resultados semelhantes no que diz respeito ao controle da ansiedade.

A única diferença prática aqui, é que você vai precisar de vídeos ou aplicativos que vão de instruir a colocar a meditação em prática.

Eu mesmo pratico meditação guiada quando sinto que estou um pouco ansioso e acelerado e digo para você: funciona muito bem!

  1. Analise a situação em que você se encontra quando uma crise começar 

Um grande problema enfrentado por quem sofre com ansiedade são as crises que na maioria das vezes não tem hora para começar.

Por isso, quando sentir que uma crise vai ter início, coloque em prática as técnicas de respiração e meditação e em seguida analise a situação em que você se encontra.

Pense por que sua crise começou. Existe algum perigo real ou alguma decisão que pode te impactar direta e negativamente.

Com a ajuda da respiração, seu cérebro receberá maiores quantidades de oxigênio, seu coração não vai disparar e você vai conseguir analisar a situação em que você encontra de maneira concreta e equilibrada.

Essa forma de agir, é um tanto quanto útil no controle da ansiedade e pode ser colocada em prática durante entrevistas de empregos, provas, viagens e muitas outras situações.

  1. Esteja preparado para mudanças de caminho 

Infelizmente nem tudo na vida sai como planejamos e saber disso é essencial, uma vez que muita gente tem crises de ansiedade quando algo sai do controle.

Sendo assim, se precaver às mudanças de caminho é uma ótima forma de controlar e consequentemente diminuir a ansiedade.

Assim, minha sugestão é simples: tenha sempre na manga um plano B e um plano C.

  1. Conte com seu clínico geral de confiança 

E á última dica que te dou, é simples e muito valiosa: conte sempre com seu clínico geral de confiança.

Afinal, ninguém te conhece tão bem quanto ele.

Quando sentir que está ansiosa em demasia e estiver perdendo o controle sobre suas ações, marque uma consulta para que ele te indique formas de lidar, superar e diminuir a sua ansiedade.

Por ser um profissional generalista e que conhece todo o seu histórico de saúde, dificilmente ele vai te entupir de remédios desnecessários e que podem afetar ainda mais a sua saúde.

Agora que você já aprendeu maneiras eficazes de controlar e diminuir sua ansiedade, basta colocar tudo em prática!

E já que citamos a pandemia como uma potencializadora de problemas no âmbito da saúde mental, que tal saber como a homeopatia pode te proteger do coronavírus? Para isso, é só clicar aqui!

 

Add your comment or reply. Your email address will not be published. Required fields are marked *

I accept the Privacy Policy * for Click to select the duration you give consent until.