Saiba tudo sobre Modulação Hormonal: Parte 1

Para a maioria das mulheres, a palavra hormônio causa uma série de sensações variadas. Enquanto as jovens muitas vezes buscam metodologias contraceptivas que se adaptem aos seus organismos, as mais maduras estão preocupadas com a menopausa ou o período de pós-menopausa. A saída para uma vida mais saudável e com mais qualidade é buscar um processo de modulação hormonal que seja o mais natural possível.

Se você é mulher e quer manter seus hormônios equilibrados, independentemente de qual for sua idade, recomendo a leitura do artigo a seguir.

A importância dos hormônios no organismo feminino

É grande e crescente a preocupação das mulheres com seu metabolismo hormonal. Embora o tema: Modulação hormonal seja amplamente debatido, ainda existem dúvidas e comparações do público feminino sobre saúde e estética.

Gosto de considerar os hormônios, principalmente no organismo feminino, como o alicerce para uma série de funções. Otimizar o funcionamento hormonal pode resultar em  efeitos benéficos à saúde.

Anticoncepcionais e seus efeitos

Durante muito tempo, foi um hábito comum médicos receitarem anticoncepcionais de maneira indiscriminada para muitas mulheres. Hoje em dia, devemos observar essa situação de modo mais crítico.

Processos hormonais no corpo de mulheres que fazem ou faziam uso de pílulas por longos períodos de tempo não ocorrem de maneira natural, pois ao impedir o processo de ovulação, impedem também a produção de progesterona e demais hormônios, causando um efeito cascata do ponto de vista hormonal, afetando de modo direto, o funcionamento do organismo e trazendo uma série de desregulações.

Aí você pode me perguntar: “mas Dr. Wadis, como manter meus hormônios funcionando adequadamente? A resposta é simples. Através de uma modulação hormonal natural.

Alimentos e modulação hormonal

Uma alimentação qualitativa pode potencializar o processo de modulação hormonal, afinal, os alimentos oferecem os nutrientes que o organismo precisa para se manter funcionando. Se você ingere alimentos de má qualidade, existe o risco de alterações hormonais negativas ocorrem. Agora, se você pratica uma alimentação saudável, as chances de seus hormônios se manterem dentro dos níveis de normalidade são grandes.

Dentre os principais alimentos capazes de promover essa modulação hormonal positiva estão:

  • Soja;
  • Vegetais verde-escuros;
  • Grão de bico;
  • Sementes oleaginosas;

Vou falar como esses alimentos contribuem para a modulação hormonal.

Soja

A soja possui em sua composição isoflavona, um composto que no organismo feminino possui ação semelhante ao estrogênio, hormônio abundante nas mulheres e fabricado em menores quantidades pelos homens. A soja é capaz de protelar a queda dos níveis hormonais para o equilíbrio da saúde das mulheres.

Vegetais verde-escuros

Ricos em glucorafanina, vegetais verde-escuros controla os níveis de estrogênio e demais hormônios, colaborando para uma modulação hormonal natural e saudável. Brócolis, rúcula, espinafre, agrião, couve são ótimos exemplos desses vegetais que contribuem para a saúde hormonal das mulheres.

Grão de bico

O grão de bico é um alimento que faz parte do grupo de leguminosas. O destaque desse alimento é a alta taxa de vitaminas B6 e B9 em sua composição, que atuam na produção de neurotransmissores e hormonais ligados ao bem-estar e ao relaxamento, como serotonina e dopamina, por exemplo. Duas conchas de grão de bico são suficientes para suprir as necessidades diárias dessas vitaminas capazes de atuar de maneira eficaz na modulação hormonal natural.

Sementes oleaginosas

As sementes oleaginosas, como castanhas do Pará, de caju, nozes, macadâmia, sementes de chia, de girassol e linhaça por exemplo, possuem altas doses de selênio. Esse mineral é conhecido por manter o bom funcionamento da tireoide, uma importante glândula produtora de hormônios, como o T3 e T4, que agem regulando uma série de outros hormônios em todo organismo, garantindo o equilíbrio e pleno funcionamento corporal.

Atividades físicas e sono também são importantes

Além de praticar uma alimentação saudável, outros pontos importantes na questão da modulação hormonal são a prática de atividades físicas e o sono.

As atividades físicas contribuem para controle de insulina, além de redução de níveis de gordura corporal, que quando em excesso contribuem para a desregulação hormonal.

E por fim, boas noites de sono evitam altas taxas de cortisol e liberação de melatonina, que contribuem para o equilíbrio de hormônios como um todo.

Benefícios da modulação hormonal natural

Os benefícios de uma modulação hormonal natural são:

  • Mais saúde cardiovascular;
  • Fortalecimento do sistema imune;
  • Aumento da libido;
  • Emagrecimento e envelhecimento saudável;
  • Ganho de massa muscular;
  • Melhora do sono;
  • Redução da oxidação das células;
  • Pele mais bonita e saudável;
  • Diminuição dos níveis de estresse.

Diferente do que muitas mulheres pensam, não é preciso fazer uso de hormônios sintéticos para alcançar uma modulação hormonal adequada. A inserção de bons hábitos no dia a dia, é suficiente para manter os níveis de hormônios dentro da normalidade e evitar quedas abruptas.

Se você ainda possui alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário. Será um prazer para mim, responder qualquer tipo de questionamento sobre modulação hormonal.

Add your comment or reply. Your email address will not be published. Required fields are marked *